Para evitar riscos, IBM proíbe funcionários de usarem pendrives e cartões SD

0
26

A IBM, assim como toda empresa de tecnologia, deseja mais do que tudo evitar brechas em sua segurança interna. Sendo assim, nesta semana, anunciou a proibição completa do uso de pendrives, cartões SD e todo tipo de mídia removível e portátil por seus funcionários, como forma de minimizar os riscos de vazamento de informações ou vulnerabilidades nos sistemas.

O documento foi assinado pelo diretor de segurança da companhia, Shamla Naidoo, revelando que a política deve ser aplicada a todos os escritórios globais da IBM ao longo das próximas semanas. Em algumas sucursais, essa já é a norma há algum tempo, mas agora a ideia é alinhar toda a empresa sob a diretriz de segurança.

No próprio documento, ainda, Naidoo reconhece que a medida pode ser agressiva e dificultar o trabalho para alguns, mas a julga necessária devido aos riscos financeiros e à reputação da IBM no caso de perda de dados ou desaparecimento de mídias removíveis que contenham informações sensíveis. Como alternativa, a companhia indica o uso de seu sistema interno de armazenamento na nuvem e sincronização com diversos aparelhos.

Entretanto, mais tarde, informações internas indicaram que a IBM estaria disposta a abrir exceções à regra, justamente devido à agressividade das medidas. A alteração se aplicaria, especificamente, a funcionários dos setores de suporte aos clientes, que utilizam pendrives como maneira preferencial de atualizar sistemas de usuários de maneira rápida e sem depender da velocidade da internet.

Sendo assim, ouvindo os pedidos do pessoal que trabalha com servidores e outros equipamentos remotos, a companhia pode voltar a permitir o uso de mídias removíveis apenas para essa finalidade. Fica a dúvida, porém, de como essa exceção será aplicada ou se a companhia continuará a correr riscos enquanto confia no bom senso de seus colaboradores quanto às informações transportadas por aí.

Fonte: The Register

Deixar uma resposta